segunda-feira, 15 de dezembro de 2003

Tal como os Dupondt...

Eu diria mesmo mais: não se pode esquecer as "cotas" de malha que os cavaleiros usavam nas batalhas.
É nisto que dá transformar os tão prosaicos "sujeito" e "predicado" em "sintagma nominal" e sintagma verbal". Desculpe, importa-se de repetir?
Pois então, o que esperavam dum sistema de ensino (ensino?) em que chumbar os meninos é anti-pedagógico, marcar faltas é anti-pedagógico, pôr fora da sala é anti-pedagógico? Pelos vistos, o que é pedagógico é criar licenciados analfabetos.
E já agora: não seria de obrigar os jornalistas a fazerem primeiro um curso de português?

Kroniketas