sexta-feira, 12 de dezembro de 2003

Declaração de intenções

Não nos comprometeremos com nada, para podermos gozar com tudo.
Prometemos posts brincalhões, alguns alarves porventura, mas nunca fúteis, e outros mais sérios ou empenhados.
Prometemos falar de literatura e poesia, mulheres (sim, ao contrário do que está na moda, gostamos muito), futebol (aqui somos mesmo sectários; Benficaaaaa!!!), automóveis, mulheres (sim, eu sei que já referi, mas nunca é demais), áreas mais públicas e outras mais púbicas, política, fotografia, cinema e o mais que nos acudir às meninges. Toiros não! Toiros aqui só entram por nítido azar com as consortes.
Não encontrarão vernáculo neste blog (vá lá, uma escorregadela ou outra podem acontecer), mais por questões estéticas do que por questões morais, pois não somos propriamente uns puritanos (até já lemos os livros todos do Mestre Vilhena).
Post’o isto (eu sei que o trocadilho é estúpido, mas não resisti!), vamos à vida que o tempo é de crise e o Natal está à porta.
Vosso, tuguinho