segunda-feira, 26 de dezembro de 2005

Olh'ó post de Natal!



Já devem ter notado que hoje é dia de Natal (ok, tecnicamente já foi ontem mas para mim ainda é hoje). Estejam descansados que não vos vou aborrecer com o discurso habitual desta altura. Aliás, este só é um post de Natal porque está a ser feito no rescaldo do dia 25.
É que neste dia as esmolinhas podem ser maiores, mas as pessoas são as mesmas do resto do ano. Perceberam? Oops! Se não tenho cuidado ainda resvalo para o discurso moralista. Ou para o outro, no outro extremo...
As pessoas não têm de ser coerentes. A nossa vida é uma sucessão de incoerências e mudanças de rumo - se assim não fosse desconfio que a principal causa de morte seria o tédio. Mas chateia-me imenso a falsidade. É uma coisa que me chateia, pronto! Mudar é uma coisa, usar uma máscara que nada tem a ver connosco é outra. Claro que todos somos actores uma vez por outra, mas substituir quem somos por qualquer outra coisa é muito mau. E geralmente essa máscara encobre sempre algo que é pior.
Ena pá, que coisa deprimente que estou para aqui a derramar! É melhor desejar-vos muito boas festas e acabar aqui.
Vá, vão para dentro que está a chover e faz frio!
Até já! (isto não é patrocinado pela TMN, apeteceu-me!)

tuguinho, cínico enfeitado