quarta-feira, 14 de dezembro de 2005

O vómito



O presidente do FC Porto vomitou mais umas boçalidades contra o Benfica a propósito da vitória dos encarnados sobre o Manchester United.
Com o estilo insolente que o caracteriza, Pinto da Costa fez o habitual discurso para atrasados mentais que faz as delícias dos seus prosélitos, logo secundado por alguns sabujos e lambe-botas travestidos de jornalistas que chamam a todas as suas alarvidades “ironias”.
Mais uma vez Pinto da Costa, a propósito de coisa nenhuma, meteu-se com o Benfica e com os benfiquistas, fazendo comentários parolos e idiotas acerca do jogo do Benfica, minimizando o mérito da vitória e mascarando a realidade com alusão ao atraso de 10 pontos do Manchester United no actual campeonato em relação ao Chelsea, mas “esquecendo-se” convenientemente que ficou em último lugar no seu grupo, eliminado por uma equipa que ninguém conhecia (um tal Artmedia) e pelo Glasgow Rangers que, também convenientemente, se esqueceu de referir que está a 16 pontos do Celtic no campeonato da Escócia. Sem falar no nível competitivo de um e outro campeonatos.
As constantes investidas deste indivíduo contra o seu ódio de estimação são um verdadeiro vómito e só num país com uma grande densidade de moços de recados se pode apelidar de “fina ironia” aquilo que não passa de insolência e má-criação.
Como não sou religioso, não digo que do céu lhe venha o remédio, mas espero que quando chegar a sua hora vá arder no inferno em lume brando.

Kroniketas, sempre kontra as tretas