terça-feira, 27 de dezembro de 2005

Living in the fast lane - 1



Há cerca de 10 anos, uma disquete de 3,5” de alta densidade podia conter um máximo de 1, 44MB de informação. Cabia lá quase tudo.
Hoje em dia, achamos pequenos os CD-R que albergam 700MB e mesmo os DVD-R, com os seus mais de 4GB de espaço, já não servem para tudo. É por isso que os discos externos com centenas de gigabytes são tão úteis.
Acelera que eu gosto!

tuguinho, arqueólogo da modernidade (e cínico encartado, não se esqueçam!)