terça-feira, 5 de outubro de 2004

Futebolices - Começou a palhaçada

Para quem não sabe o que é o Sistema de que tanto se fala no futebol português, ele está bem e recomenda-se e apareceu em grande forma nesta jornada.
No estádio do Dragão tivemos uma das famosas decisões de arbitragem “à moda do Porto”, com a expulsão ridícula de Juninho Petrolina que reagiu contra a bolada que levou no chão e ainda levou uns calduços do Costinha e do Ricardo Costa. Como já tinha um cartão amarelo, depois de sofrer uma falta e levar uma bolada o jogador do Belenenses foi expulso por acumulação de cartões. Enquanto isso, Ricardo Costa, o prevaricador, que depois de cometer falta ainda chutou a bola contra o adversário que tinha deitado ao chão, ficou em campo sem sequer ver o cartão amarelo. Tudo normal. O Belenenses estava a incomodar demasiado no princípio do jogo e o Porto ainda não tinha ganho em casa, por isso nada como deixar o visitante a jogar com 10 logo aos 22 minutos.
Poucas horas depois, em Guimarães foi marcado um penalty de gargalhada contra o Benfica, que deu o empate ao Vitória.
Como na próxima jornada há um Benfica-Porto, era importante não deixar o Benfica fugir. Desta vez o Benfica ainda ganhou mas há que evitar que o Porto saia da Luz com 7 pontos de atraso. Por isso é só ficar à espera para ver o que se vai passar daqui em diante. Aliás, já tivemos uma amostra: a semana passada o Papa botou faladura e neste fim-de-semana já se fizeram sentir os efeitos.
Enfim, tudo está a regressar à normalidade.

Nota: o treinador do V. Guimarães, Manuel Machado, considerou “justa e correcta” a expulsão do seu jogador Marco Ferreira. Para que conste.

Kroniketas, sempre kontra as tretas