domingo, 4 de julho de 2004

Pois é, lá ganhou o anti-futebol...

Juro que não é dor de cotovelo. A verdade é que o vencedor deste campeonato europeu é injusto! A Grécia ganhou a Portugal como ganhou à Rep. Checa: não fazendo quase nada para ganhar e acabando por marcar um golo na sequência de um canto... tal como tinha acontecido com a Espanha, tal como acontecera com a França... Convenhamos que é pouco para um campeão europeu. Aposto convosco que a Grécia nem para o próximo Mundial se vai apurar. Não me custaria nada perder com a Rep. Checa, ou com a Inglaterra, ou mesmo com a Holanda. Custa-me perder com quem jogou um futebol super-defensivo durante todo o campeonato. Pois é, lá ganhou o futebolzinho, só que desta vez nem era o nosso porque nós já nos deixámos disso.
Fica para a próxima.

tuguinho, cínico vencido (mas de forma nenhuma convencido)