terça-feira, 2 de janeiro de 2007

Um balanço trágico? E qual é a novidade?

Depois das operações de Natal de Ano Novo da Brigada de trânsito da GNR, ouvimos sempre a mesma coisa: um balanço trágico, 20 mortos em 2 ou 3 dias, carros espatifados. Depois, vamos para a estrada e o que vemos? Que os imbecis do volante continuam sempre a ser imbecis.
Quando sou ultrapassado por Audi’s e BMW’s em curvas com traço contínuo, quando vejo um VW Polo cheio de gente no IC19 ultrapassar-me pela direita para logo atravessar toda a estrada para continuar o rally na faixa da esquerda, que conclusões é que posso tirar? Que os imbecis não têm emenda, e de nada servem os balanços trágicos que se fazem em todas as quadras festivas. Só é pena que quando vão marrar noutros acabem por levar com eles alguém que não tem culpa nenhuma.

Kroniketas, sempre kontra as tretas