sexta-feira, 2 de setembro de 2005

O rectângulo infestado

Digamos que o Kroniketas está com uma atitude do estilo "já agora fiquem também com os ossos que eu vou-me embora antes que me suguem a alma". A minha é mais "dêem-lhe o tiro bem entre os olhos", aplicável a todos os sacanas que infestam este rectângulo mal amanhado!
É bem certo que todos nós tugas temos no nosso cerne uma certa mesquinhez atávica, que não sei bem de onde veio num povo que abriu horizontes para o mundo, mas parece que se esqueceu de si. Há que combatê-la! É próprio do homem (e dos povos) evoluir. A Suécia era um país muito pobre no início do século XX e vejam no que se tornaram! E como este existem outros exemplos de pequenos países que deram a volta por cima. Basta querer! O nosso problema não é não querermos - é que quando alguém quer, logo se vê submergido pelos imobilistas, tachistas e incompetentes, que tratam de abafar qualquer evolução, com medo de que as suas mordomias ou simplesmente a sua inactividade sejam beliscadas! É contra estes que se tem de lutar! Este tipo de bicho funciona por simpatia: se uns quantos forem lixados, os restantes começam a transformar-se em algo menos amorfo, mesmo que sem convicção profunda. É como uma reacção em cadeia.
Portanto não se denigra o Paulo Morais para minimizar as suas declarações, como já se começou a fazer. Ele até pode ser o maior sacana do mundo - mas isso não interessa nada se as suas declarações forem verdadeiras. E todos nós sabemos, no fundo, no fundo, que o são, embora existam excepções por esse país fora.
Metendo na cadeia uns quantos figurões como o Torres, a Felgueiras ou o Jardim, dar-se-ia uma mensagem muito forte aos calaceiros e corruptos. Premiando o mérito e não a antiguidade eliminar-se-iam uns quantos furúnculos da nossa função pública. Dando exemplos concretos de honestidade, também o governo poderia ajudar, mas isso já seria esperar demais - vejam-se as nomeações escandalosas que o aparelho do PS já impôs!
É o que eu disse: quando alguém quer fazer algo de construtivo, vem logo uma manada de parasitas que o subjugam.
Este país não precisa de um furacão.
Este país precisa de uma desinfecção!
Eu por mim já comprei umas latas de insecticida para contribuir para este verdadeiro objectivo nacional.

tuguinho, farto dos sacanas mas não de ser tuga