quarta-feira, 20 de dezembro de 2006

O país dos jeitosos


Um livro interessante, com textos de José Pedro Gomes sobre o que é ser “tuga”. A maioria dos textos é retirada do espectáculo escrito interpretado pelo próprio, “Coçar onde é preciso”, sendo que alguns deles já vinham da rubrica “Cromos TSF”, que José Pedro Gomes interpreta às 4ªs feiras.
Aqui estão realmente denunciados alguns dos piores predicados do verdadeiro portuga, desde os mirones nos acidentes rodiviários aos funcionários incompetentes das repartições, passando por aspectos mais comezinhos e incompreensíveis como o constante desalinhamento dessa coisa tão simples como as tampas de esgoto, que quando são retiradas nunca mais ficam na posição inicial de modo a que o risco que têm pintado fique coincidente com o resto.
Este é mesmo aquilo que se pode verdadeiramente chamar um livro de crónicas tugas.

Kroniketas, sempre kontra as tretas