quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Hoje é dia de pescaria


No meu último dia de férias no Algarve foi assim. Na última ida à praia deparei-me com este cenário, que já tinha acontecido antes: sempre que havia uma diminuição de carros estacionados fora dos lugares que não há, lá estava a muito pressurosa polícia a angariar a féria do dia e vá de bloquear os carros estacionados.
No dia 1 de Setembro já havia pouca gente na praia, mas mesmo assim ainda a suficiente para encher os magníficos parques de estacionamento que a edilidade de Portimão disponibiliza para os turistas que afanosamente quer engaiolar nos arranha-céus da Praia da Rocha. E quando não há lugares nem num terreno baldio empoeirado não resta outra hipótese que não seja estacionar com duas rodas em cima do passeio. Quando são poucos nessa situação, aproveitam desde logo os parasitas de farda para lhes passar o devido correctivo. Sim, porque nos dias em que aquilo está completamente saturado e metade dos carros estão em cima dos passeios não se vê nenhum carro bloqueado, que aquilo dá muito trabalho e depois já viram o tempo que demorava a desbloquear aquela gente toda quando saísse da praia?
Assim ganha-se duas vezes, porque os tansos vão para lá gastar dinheiro e ainda levam com umas multas em cima que é para aprenderem.

Kroniketas, sempre kontra as tretas