segunda-feira, 17 de setembro de 2007

As multidões ululantes

Estes tempos de ressaca da esquerda de Scolari em Dragotinovic e de banho-maria no Caso Maddie, fizeram-me pensar um pouco na forma como os aglomerados de mais de 3 mamíferos Homo Sapiens Sapiens se comportam (especialmente se forem tugas).
Primeiro foram aquelas vaias a Kate McCann, provavelmente feitas pelos mesmos imbecis que a aplaudiram no resto do tempo. Não estou aqui a fazer considerações sobre a sua culpa ou inocência, tão só a realçar a atitude mentecapta daqueles mirones todos (quem tem tempo e paciência para passar horas a olhar para uma porta de um prédio não pode estar na posse de todas as suas faculdades mentais, se é que em dada altura teve alguma).
Passa-se o mesmo com o soco de Scolari. Toda a gente colocou uma bandeirinha de Portugal na janela, no carro, sei lá onde, quando Scolari o pediu. Toda a gente se habituou a ver Portugal qualificado e a lutar pelos primeiros lugares nos Europeus e nos Mundiais. Toda a gente se esqueceu de tudo isto depois da tentativa de soco no sérvio… Tal como no caso anterior, não estou aqui a julgar o acto (que foi penoso e impensado), mas a atitude de mais esta multidão ululante.
Ó cambada, e se pensassem pelas vossas cabeças e não aplaudissem ou vaiassem alguém assim às primeiras?

tuguinho, cínico encartado

P.S. – além de tudo isto, ninguém me tira da ideia de que houve aqui uma associação instantânea de Scolari com o nome Drago, o que motivou aquela reacção automática… não sei se sabem do que eu estou a falar!

P.S. 2 – senhor Luso 51, concordo consigo (ver comentário ao post anterior)