quarta-feira, 17 de maio de 2006

Antes de tempo


Slave Ship (Slavers Throwing Overboard the Dead and Dying - Typhon Coming On) 1840


The Evening of the Deluge c.1843

As escolas inglesas de pintura tiveram sempre as suas idiossincrasias, como outros aspectos da vida na velha Albion.
Os paisagistas ingleses, com destaque para John Constable, influenciaram os pré-impressionistas franceses, com especial destaque para os paisagistas da escola de Barbizon e a importância dada à paisagem na ilha ajudou o género a livrar-se do epíteto de coisa menor e a alcançar a dignidade.
Mesmo os impressionistas foram beber a estes antecessores em estilo, que foram dos primeiros a livrar-se de algumas cadeias do classicismo. Mas hoje queria falar de um pintor muito especial – alguém que muito antes da liberdade da corrente impressionista e décadas antes dos primeiros arroubos do expressionismo e das tendências abstracionistas, se libertou de constrangimentos e pintou obras espantosas, plenas de modernidade. A opinião dos seus contemporâneos não era esta, obviamente.
Chamava-se Joseph Mallord William Turner (1775-1851). Deixo-vos aqui algumas das obras. Não preciso de dizer mais nada.

tuguinho, cínico emoldurado


Hannibal 1812


Sunset 1830-35