quarta-feira, 22 de junho de 2005

Os Reféns do Politicamente Correcto

Caímos num extremo em que dizer que um meliante tem uma determinada cor já é racismo! A mim, pessoalmente, não me interessa que cor têm os bandalhos – interessa-me que os apanhem. Mas também não é por se referir o tom de pele das pessoas que se está automaticamente a discriminá-las.
Por isso me senti estranho quando foi abordado o assunto do arrastão na Assembleia da República e me vi a concordar com o pintas do PP e a achar os argumentos do BE patéticos e demagógicos. Não é que ande sempre a concordar com o BE e discorde absolutamente de tudo o que o PP afirme, mas que foi uma sensação estranha, lá isso foi. Quando se quer ser demasiado purista caem-se nestas demagogias baratas, arquitectadas com argumentos presos com pastilha elástica.
A realidade não tem nada a ver com idealismos – o mundo é bastante mais duro.

tuguinho, cínico de tom pálido

P.S. – não sei se repararam que este texto foi quase politicamente correcto. Será que se pega?