quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

O que os outros disseram (XLI)

“Não se faz um aeroporto para que seja fácil aterrar, faz-se um aeroporto para que contribua para o desenvolvimento do país e para a felicidade e bem-estar das pessoas.”
(Henrique Neto, dirigente do movimento pró-OTA, “Prós e contras”, RTP 1, 14-1-2008)

Claro, o que é bom é construir um aeroporto onde haja perigo de colidir com uma montanha e não haja hipóteses de expansão para satisfazer a felicidade e o bem-estar de alguns que querem um aeroporto no seu quintal. Que se lixem os pilotos e a segurança dos passageiros.

blogoberto, chico-esperto