quinta-feira, 24 de agosto de 2006

Silly Season 3 - O que não mata faz bem



Ouvi dizer hoje na caixa que mudou o mundo que, segundo um estudo norueguês, afinal o café faz bem. Os cientistas avançaram mesmo com a quantidade mais adequada: seis chávenas por dia. Presumo que seja de café à norueguesa, daquele em que se consegue ver o fundo da chávena quando está cheia, porque senão o estudo teria outras conclusões certamente. Eles que tomem mesmo seis bicas por dia e depois tornamos a falar.
Não sei se já repararam que nos últimos tempos temos assistido a uma série de reabilitações de certos alimentos e produtos: a sardinha passou de "reimosa" a essencial, o vinho retarda o envelhecimento e faz bem ao coração, o chocolate é bom para a saúde e o azeite destronou os seus parentes mais tecnológicos.
Pois bem, caros leitores, venho revelar-vos que isto é só o começo! Dentro de poucos anos chegar-se-á à conclusão de que afinal o tabaco evitava as lombrigas, que as bebedeiras regulares melhoravam a circulação, que as vítimas da fome eram uns privilegiados que nunca sofriam de flatulência, que os esteróides anabolisantes fortaleciam uma enzima desconhecida que se alojava no baço e que a cocaína, quando inalada, evitava as infecções nos seios perinasais.
É um admirável mundo novo que aí vem!

tuguinho, cínico entorpecido