quarta-feira, 27 de junho de 2007

Um dia havia de acontecer...



Este é o milésimo post publicado neste blog. Se fosse vigésimo ou, como é agora, décimo, ainda podia ser premiado. Agora milésimo, não. Vai sair sempre branco.
O que é que se faz numa ocasião destas? Soltam-se vivas, apanhamos uma de caixão à cova ou publicamos simplesmente um texto parvo? É melhor sermos coerentes e mantermo-nos na linha editorial destes três anos e picos - escreve-se um texto parvo!
Mil posts não é muito! Quando chegarmos aos dez mil é que ficarei mesmo preocupado... Mas, não sendo muito, já é alguma coisa! Como geralmente o que se diz é que é preciso fazer alguma coisa, estamos descansados - fizemos!
Depois disto pouco há a dizer: "o jantar está ao lume", "filho chama o pai para dentro" ou "mais depressa, mais depressa!", nenhuma nos pareceu adequada. Ainda pensámos em "ai Cajó, que me desgraçaste!", mas era anacrónica. Perpassou-nos pela mente um "parabéns, são gémeos" ou um "fruta ó chocolate" bem puxadinho, mas foram só hipóteses vagas. Talvez um "ó palhaço, não vês que é falta!", quiçá até um "pode ser Pepsi?". Mas acabámos por encalhar num "o peixe também está muito bom" e não saímos dali.
Isto ainda está muito bom. Vamos continuar? Vamos!

tuguinho e Kroniketas (em representação da outra cambada toda, inclusivé do sacana do provedor do blog, que foi de férias para Carregal do Sal e disse a toda a gente que ia para as Seychelles!)