segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Notícia Fresca

Parece que vem aí um novo ano.
O Maratonista tentou confirmar o facto mas esbarrou no mutismo dos interlocutores.
Se calhar para a próxima não enviamos Mamede, o mimo mudo, para confirmar estas coisas...
Até para o ano, se a notícia se confirmar.

Mateus Bichoso, repórter horroroso

P.S. - este blog está mesmo, mesmo a ser ultrapassado pelo Krónikas Vinícolas no número de visitas e em metade do tempo! Se um de nós assinasse como "cínico encartado" até podia dizer que afinal isto era um país de bêbados sisudos, mas nem quero acreditar nisso. Os tugas não são sisudos!

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

E o entrecote, meu deus?!




Soube que os hipermercados Carrefour, comprados pela Sonae, vão alterar as insígnias no próximo dia 4 de Janeiro.
Só temo mesmo que deixe de haver bifes de entrecote no novo Continente...

tuguinho, cínico carnívoro

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Descubra as diferenças

Noite de Natal. Filme agendado pela SIC: "A Guerra dos Mundos".
Independentemente da qualidade da película (já lá vamos), exibir um filme com esta temática na noite de Natal parece-me, vamos lá, descabido (vamos ficar por aqui porque a época é de boa vontade...). Além disso (já tinha dito que lá iríamos!), o filme não tem ponta por onde se lhe pegue e quem não conhecer a história nem sequer vai perceber nada. A "obra" é, de uma ponta à outra, uma mera exibição de efeitos especiais sem quaisquer laivos de linha narrativa, com personagens de catálogo e onde acho que o Tom Cruise (ao nível do resto) não diz 3 frases seguidas... Cá para mim, que não sou de intrigas, o Spielberg tinha o saldo da conta em baixo e esta encomenda caiu que nem ginjas!
Quarta-feira, dia 26. Filme agendado pela RTP-1: "Charlie e a Fábrica de Chocolate".
Independentemente da qualidade da película (já lá vamos), exibir um filme com esta temática seria o mais adequado para a noite de Natal mas pronto, exibi-lo hoje também não foi despropositado. Além disso (já tinha dito que lá iríamos!), o filme é mais uma pérola de Tim Burton (que também tem as suas nódoas...) que mostra bem como um filme para crianças (será?) pode sê-lo para todos. Um conto de fadas moderno que ilustra como se pode fazê-los sem terem necessariamente de incluir princesas e bruxas... Pois, o Johnny Depp também mete o Tom Cruise num sapato, é verdade!
Conclusão: a RTP, desde que se deixou de estúpidos mano-a-mano com as privadas, melhorou significativamente; a SIC, na sua guerra de audiências com os subprodutos da TVI, só se vai afundando cada vez mais...
Tenho dito!

tuguinho, cinéfilo amador

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Gala de Aniversário das Krónikas - Episódios da Festa II

Na impossibilidade da presença de José Castelo Branco outras personalidades vieram abrilhantar a Gala.






aprovado por Idálio Saroto, provedor deste blog...

Gala de Aniversário das Krónikas - Episódios da Festa I




aprovado por Idálio Saroto, provedor deste blog...

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Venham mais quatro!*



Foi há tão pouco tempo e parece que foi já há quatro anos!… Hmmm? Ah pois, foi mesmo há quatro anos que este antro abriu as portas e deixou que a parvoeira, a indignação, a raiva, a parvoeira outra vez, a elevação, o humor e outras coisas menos nomináveis saíssem assim de uma vez e todas misturadas, tipo “chama-o-gregório” após noite de excessos.
Ao longo destes “4x365+bissextos” dias muita coisa nos passou pelos teclados, mas há pessoas e animais a quem temos de agradecer: a Santana Lopes, pela produtividade que em nós induziu, ao Titta, pela diversão proporcionada pela aridez das suas ideias ao longo de uma polémica atroz, ao Politikos, por ter travado connosco a batalha mais engraçada desde Aljubarrota à volta da identidade de um cabrito, e a tantos outros que, levados pela insónia ou pelo azar, vieram parar a este blog e nos leram. Só um momento, para limparmos estas lágrimas teimosas… pronto, já está!
Ao fim destes quatro anos tivemos altos e baixos e até mesmo gordos e magros, decerto. Mas soubemos manter-nos à tona (temos muito medo das gralhas…) flutuando à custa das nossas ideias parvas, das indignações justas e das bóias de braço que nos ofereceram quando meninos. É pois cultivando sempre o humor que nos vamos manter, mesmo nos assuntos mais sérios, esperamos que pelo menos por mais quatro anos, se mantivermos a força na pena.
Vamos lutar sempre pelas coisas justas, tais como o direito a ter um clube de fãs em que todas elas sejam pelo menos tão boas como a Scarlet Johansson e tenham a abertura moral da Paris Hilton.
Digladiar-nos-emos (difícil de ler, esta, ahn?) com quem quer que seja quando soubermos que a razão está do nosso lado, e mais ainda quando não a tivermos.
Insultaremos quem pensar o mesmo que nós, porque assim o país nunca irá para a frente.
E, por último mas não esquecido (vêem – o português tem boas alternativas a “last but not the least”!), chacinaremos todos os agressores do bom português, o que esperamos irá reduzir a população portuguesa a um décimo da actual e deixará o Brasil despovoado.
Posto isto, continuaremos a toda a brida a postar sempre que a preguiça nos deixar (eu sempre disse que ela não ia ser um bom animal de estimação…), e a nunca falar de touros ou touradas ou toureiros, excepto para dizer que nunca falaremos de touros ou touradas ou toureiros.
Só mais este parágrafo para informar que depois de termos dito que era a última coisa já escrevemos mais dois!
E finalmente, neste dia de aniversário, um agradecimento muito especial a todos aqueles que não nos lêem, porque só mostram que têm bom gosto. Pessoas assim não podem ser más pessoas!
Bem hajam!

tuguinho e Kroniketas, os diletantes preguiçosos

*portanto, menos um que na canção do Zeca Afonso...

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

O quarteto gay e lésbico

Volto a este tema, a propósito de um post anterior, por causa dum programa que ouvi há algum tempo no Rádio Clube Português. Na emissão da tarde apanhei o “Janela aberta” em que o painel de convidados era um tal “quarteto gay e lésbico”, e o tema era um estudo que dava conta de que a população portuguesa poderia baixar dos 10 milhões durante este século.
O sui generis neste painel era ter um “quarteto gay e lésbico” a pronunciar-se sobre o assunto. Pois se eles não são contribuintes para a demografia do país, por que raio é que têm de mandar bitaites sobre o assunto? Então um casal gay ou lésbico terá alguma forma de contribuir para o aumento da natalidade?
Claro que no meio disto lá vieram os lamentos do costume de um dos membros do casal lésbico acerca da impossibilidade de fazer inseminação artificial, acrescendo a injustiça de “ter de se relacionar com um homem de quem não gosta” para poder engravidar.
Hummm... Deixem-me ver se entendo: a menina ou senhora gostaria de engravidar. Para isso gostaria de recorrer à inseminação artifical, porque até agora, que se saiba, ainda não inventaram nenhum modo de engravidar sem ser com esperma... obviamente fornecido por um homem. Sendo assim, ela precisa do esperma de um homem, mas não quer contactos com o pénis do homem... Será assim? E sente-se injustiçada por isto? Olha que azar!
Pois é: estes não-contribuintes líquidos para a natalidade mais valia estarem calados e não abrir a boca sobre o assunto, porque não é com o seu contributo que a população vai aumentar. Aliás, se toda a gente seguisse o mesmo princípio a espécie acabava. Por isso, se não querem fazer filhos como toda a gente aguentem-se com a escolha que fizeram.

Kroniketas, sempre kontra as tretas

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

O cair da folha em Portalegre

Cenários quase irreais

Na Praça da República...


...na Quinta do Seixo...


...e na Tapada do Chaves.


Kroniketas, enófilo itinerante

Já chega


Começa a não haver adjectivos desqualificativos para Alberto João Jardim. O verme da Madeira agora resolveu banir do arquipélago os jornais do continente, com excepção do Expresso por, segundo o próprio, ser o “resumo semanal dos principais disparates do rectângulo”, e o Diabo por “solidariedade editorial” (não admira: para um verme, só um execrável pasquim inspirado pela não menos execrável Vera Lagoa).
Não há ninguém neste país com “eles” no sítio que ponha esta insuportável criatura na linha? O homenzinho é um déspota saloio com a mania de que é engraçadinho e que está acima da lei, bradando constantemente contra os “cubanos” do continente que mandam para lá os rios de dinheiro do orçamento que lhe sustentam as manias que lhe permitem estar há três décadas na cadeira do poder.
E se lhe fechassem a torneira de vez? E se fizessem aplicar na Madeira a lei geral da República? Afinal ele pode fazer o que quer e lhe apetece, como um pequeno ditadorzeco de quintal que põe e dispõe a seu bel-prazer enquanto goza com a nossa cara todos os dias? Por que carga de água é que teremos de aturar os seus dislates constantemente e mesmo assim ainda pagar para ele se exibir ridiculamente nos desfiles de Carnaval?

Kroniketas, sempre kontra as tretas

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

O fala-barato


Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, disse no final do jogo do Benfica na Ucrânia, onde uma vitória qualificou a equipa para a Taça Uefa:
“Esta vitória é dedicada, em exclusivo, a todos aqueles que vivem à custa de dizer mal do Benfica. Demos mais uma prova de grande carácter e de grande humildade deste grupo e do trabalho que fazemos diariamente. Não dêem lições de organização ao Benfica quando não sabem organizar as suas próprias vidas”.
Claro. O homem é infalível. Já há uns meses, depois da barraca que foi a colocação das claques do FC Porto no estádio da Luz no jogo da época passada, ele disse que a sub-comissária da PSP não lhe dava lições de segurança. Faz sentido, afinal a PSP não percebe nada de segurança nos estádios, quem percebe é o omnisciente Luís Filipe Vieira.
O homem não se enxerga. Cada vez que abre a boca diz uma asneira, e não resiste a debitar alarvidades sempre que lhe põem um microfone à frente. Se ao menos aprendesse a falar português correctamente não dizia tantas asneiras. Mas como ninguém lhe dá lições de coisa nenhuma, essas certamente também não quer. E enquanto vai cagando sentenças contra “os incompetentes e os invejosos”, a equipa de futebol vai-se afundando. Fica à vista a sua competência na construção do “melhor plantel dos últimos 10 anos”, assim como há uns anos da “equipa-maravilha”.
Acho que é tempo de os benfiquistas deixarem de andar atrás de vendedores de ilusões e de banha da cobra.

Kroniketas, sempre kontra as tretas

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Torcato & Marcelino, o Trio Maravilha - Ep.2- 2ª Série

A greve geral
Ó a contradição de regressar ao trabalho com uma greve…

(clique na imagem, por obséquio e também para ver melhor)
por Eládio Cardíaco, bd-maníaco

O que os outros disseram (XXXVII)

“Parece que com a saída de Fernando Santos, Rui Costa reencontrou-se consigo próprio, reencontrou-se com a equipa e reencontrou-se com o Benfica.”
(Rui Santos, “Tempo extra”, Sic Notícias, 25-11-2007)

Foi o Rui Costa e mais 6 milhões...

blogoberto, chico-esperto

sábado, 1 de dezembro de 2007

Um século de “derbies”




Faz hoje 100 anos que se jogou o primeiro Benfica-Sporting da história, ainda com o Benfica com o antigo nome de Sport Lisboa. O Maisfutebol criou um site especial dedicado a toda a história deste jogo mítico, com todos os resultados dos jogos realizados, goleadores, treinadores, estádios, e todo um manancial de informação que, como comentava o tuguinho comigo, mostra o que é jornalismo a sério. É preciso muito trabalho para fazer uma compilação desta envergadura que, para os amantes dos registos estatísticos, apresenta dados preciosos.
A não perder por todos os aficionados dos dois clubes.

Gabriel Alves dos Santos, tanto comenta livres como cantos