domingo, 31 de maio de 2009

O cerco ao bastonário


O “problema” do bastonário da Ordem dos Advogados, António Marinho Pinto, é que diz em voz alta, e sem papas na língua, aquilo que muita gente diz em surdina e em voz baixa. E estas pessoas nunca agradam aos lobbies e aos interesses instalados. O melhor exemplo é José António Barreiros, advogado do Alves dos Reis do século XXI (Vale e Azevedo), um dos maiores vigaristas de que há memória. E é esse advogado que ainda tem a lata de pedir nomes de advogados que cometem crimes??? Se tivesse um pingo de vergonha na cara por andar a defender um aldrabão de marca maior estava era caladinho em vez de mandar postas de pescada. Se quer nomes olhe para aqueles que defende.

Pois é, Marinho Pinto incomoda muita gente...

Kroniketas, sempre kontra as tretas